quarta-feira, 9 de maio de 2018

Funciona? Ou não? Ciência - e NÃO Ideologias / Tradições - deve Governar Sociedades, no Século XXI

Coletânea de frases, no Facebook, de Cesar Da Silva Abdalla

(Clique imagem: ampliar)

"Uma fábrica de calçados automatizada produz 1 par cada 30s / 4000-dia. 

Escassez NÃO é o problema. 
O problema é manter pessoas consumindo. 
Justificar gerenciar escassez com dinheiro NÃO é mais válido."

"A economia moderna NÃO é  mais baseada em escassez, mas em Consumo e, urge altos níveis de rotatividade [obsolescência física ou moda] para manter empregos e crescimento econômico. 
Resultado= Crescente esgotamento de recursos, perda de biodiversidade, poluição, ... Enfim:
O desastre está na esquina."


"O sistema de trabalho que temos hoje é, de fato, um gerador de preguiça e de uma série de desordens e doenças. 
Não é um resolvedor disso. As pessoas realmente acreditam, em 2018, que se você não trabalha, não tem direito à vida. 
Você sabe quem mais costumava pensar assim?

ESCRAVOS"


"O Mercado Livre ou Capitalismo é tudo que  você vê a sua volta
É o Mercado Livre que compra políticos como você compra pizza.
É  o Mercado Livre que aperta pessoas na comunidade médica para que cobrem o máximo que puderem, para extrair para um grupo ou corporação.
É o Mercado Livre que faz lobby, é o Mercado Livre que faz tudo que você considera antiético.
Dentro do jogo competitivo do mercado não há mais limitações dependendo em que canto você está sendo apertado financeiramente.
Você sempre pagará.
A sociedade toda está orientada à finanças, portanto:
Não se pode diferenciar nenhum resultado do sistema pelo qual ele é orientado."


"Você já notou que no Brasil existe o particular hábito de se comparar toda a realidade nacional àquelas de países do dito "1o Mundo"? 
A saber, a Alemanha é o maior exportador mundial de minas terrestres (de guerra) e uma das mais altas exportações da Suécia são máquinas e equipamentos militares. 
O almejar uma sociedade como a 'deles' ganha outro aspecto quando informado com a verdade.
Ps: não que não haja coisas boas lá."



"Jeff Bezos (proprietário Amazon) sozinho  vale  $120  bilhões;  custa  30  bilhões  resolver  extrema pobreza no globo. Mesmo continuando um dos mais ricos no mundo, resolvendo-a, ainda sim, ele não o faz. E não fará.
É provado cientificamente que para tornar-se um bilionário sua personalidade torna-se psicopática. 
O Presidente do Império é um homem de negócios bilionário, ou mente ser.
A única saída desta barca furada em que estamos é acordar a isto. 
Parar esta fascinação doentia dirigida a quem ostenta dinheiro e bens. 
Até então a situação apenas piorará economicamente, socialmente, saudavelmente e, o prego no caixão de todos: Ecologicamente.
ps: Coca-Cola & Nestlé já compraram o 2o. maior aquífero do mundo. o aquífero Guarani"

"Quanto mais dinheiro você acumula menos Empatia você desenvolve e/ou perde.
Repare a maioria dos jogadores de futebol que eram pobres e ficaram ricos, olhe a história deles, ou seu fim."

Esquerda, Direita, Marxista, Comunista, Socialista, ... ao invés de pensar uma economia que funcione.
'O Sistema em si funciona?' Nem se pergunta.
E a resposta é NÃO. 
O que Funciona e o que NÃO Funciona? Ideologia não dá mais...

"Por um lado, reconhecemos que é errado que os sem-abrigo existam. Já reparaste que nem sequer pensamos na injustiça de um sistema que permite às pessoas se tornarem bilionários: o outro extremo?"

O capitalismo, como tudo, teve início e terá fim


"Se, de fato, você pensa na extraordinária evolução entrópica que somos, de centenas & centenas de trilhões de sinapses em nosso cérebro,que distinguem entre o subjetivo e o objetivo. 

Que inventamos nossa realidade como conhecemos com base no que foi pensado por aqueles outros que nos antecederam. 

Que inventamos (não inventaram) máquinas que calculam mais rapidamente do que somos capazes. 

Que inventamos (não inventaram) máquinas que se movem muito mais rapidamente que nossos pés permitiriam, que voam, navegam, correm, que agora são autônomas, depois de menos de um século de advento. 

Que cultivamos alimentos em abundância para todos os 7,5 bilhões de nós. 

Que facilmente podemos construir tetos para todos e cuidar para que cada ser de nossa espécie possa ser suprido com as necessidades de vida pois temos os recursos, know-how e tecnologia para tal.

E não o fazemos porque poucos decidiram que nada se faz sobre isso, pois as regras deste jogo que inventamos, de pedaços de papel, aonde quem tem mais "ganha" e quem tem menos não tem direito à vida! 

E, nós mesmos, nos dividimos em 'opiniões' sobre quem merece e não merece, que quem não sofre não tem o dito "direito ou mérito" de viver, como se nascer fosse um jogo. 

E o máximo que nos leva a refletir sobre isso é romantismo de sonhar com o "impossível", poesias, ou esperar um ser todo poderoso que promete uma vida boa num paraíso abstrato. Enquanto você sofre ou é explorado aqui embaixo e vive com medo de perder o pouco que tem. Então fica em silêncio e abraça a ideia que a vida é assim, de cada um por si. E compra ideias ideológicas, religiosas, governamentais (interessante que estes últimos três sempre pedem pelos tais pedaços de papel do jogo que mencionei mais acima) que terminam por nos dividir ainda mais neste interminável dividir e conquistar a que estamos constantemente sujeitos.

A certeza de que você verá um mendigo, em breve, que você recusará dar-lhe esmola, que ele tem os mesmos trilhões de sinapses, capacidade objetiva e subjetiva, porém não tem aqueles pedaços de papel que, porque simplesmente concordarmos, ditam quem vive e quem morre.

A única certeza que existe no universo é mudança. Absolutamente Tudo muda.

Nosso mundo mudou, nós evoluímos. Entretanto, e peculiarmente, não nosso sistema social. De fato a mais antiga instituição que temos. Aonde todo nosso avanço técnico e tecnológico, por centenas de anos, não é empregado - senão para lucro - e, nunca, para resolver problemas. Hummm... p/refletir"


"Você acha que livre acesso as necessidades básicas de vida seja um direito fundamental à todos os cidadãos do século 21?
SIM  NÃO"


What Is The New Human Rights' Movement w/Peter Joseph


Cesar Da Silva Abdalla


É sempre revigorante 'visitar suas trincheiras de batalha', nesta Guerra Conceitual, por um Futuro que Funcione. Estou fazendo uma coletânea de frases, aqui da sua página, para nova publicação de divulgação TZM / The New Human Rights' Movement - em meu blog Reflexões Econômicas (uma de 'minhas trincheiras').

Livro "O Novo Movimento dos Direitos Humanos: Reinventando a Economia para Acabar com a Opressão" - Filme InterReflections



  

ORIGEM DO NOME:

"O Movimento Zeitgeist" (MZ) é o atual identificador do movimento social descrito nos ensaios a seguir. O nome não tem nenhuma relação histórica significativa com qualquer especificidade cultural e não deve ser confundido/associado com qualquer outra coisa previamente conhecida com um título similar. Na verdade, o título é explicitamente baseado no significado semântico dos termos em si. O termo "Zeitgeist" é definido como o "clima intelectual, moral e cultural geral de uma época." O termo "Movimento" implica simplesmente em um "movimento" ou mudança. Por isso, o Movimento Zeitgeist (MZ) é uma organização que luta por mudanças no clima intelectual, moral e cultural dominante da época.

Um dia em uma EBRLN - Venus Project Califórnia
(EBRLN: Economia Baseada em Recursos e Leis Naturais)

Como poderia ser Um Dia na Vida de uma Sociedade que evoluiu para além da Economia de Mercado Capitalista (Eficiência de Mercado - Lógica do Dinheiro - Modelo Financista)




Comunismo VS. Economia Baseada em Recursos - Um Guia Definitivo e Como a EBR Será Originada


COMO SERÁ FEITA A TRANSIÇÃO PARA UMA ECONOMIA BASEADA EM RECURSOS?
Na maior parte, os principais proponentes de uma economia baseada em recursos defendem uma abordagem de cima para baixo. Eles dizem que os líderes mundiais se reuniriam, algum dia no futuro, e concordariam (possivelmente depois que o público geral estiver suficientemente bem informado e o exigir). Que esta é a melhor maneira para a humanidade viver e começar a implementar um sistema como este, para todos indivíduos seguirem. Infelizmente, também foi dito que isso provavelmente só virá depois de um colapso econômico total, após o qual a transição para uma Economia Baseada em Recursos não é garantida (ou mesmo provável) e poderia ser suplantada por um governo mundial ou uma Nova Ordem Mundial. Isso te agrada?

 Portanto, a ÚNICA via de transição para uma VERDADEIRA economia baseada em recursos é de forma completa e absolutamente voluntária, de baixo pra cima, e nada mais irá funcionar. Caso contrário, não seria realmente uma Economia Baseada em Recursos, para começo de conversa. E haveria tanta reação durante o período de transição que a proposta seria condenada desde o princípio, como aconteceu com o comunismo. Líderes poderiam fazer a sugestão, mas nunca forçá-la. Assim violariam um dos princípios fundamentais de uma Economia Baseada em Recursos — a participação voluntária.
Além disso, nossos líderes provavelmente não fariam a sugestão até que percebessem que a sociedade é realmente capaz de trabalhar em conjunto e cooperar de maneira muito mais harmoniosa do que no presente, razão pela qual devemos fazer tudo que estiver ao nosso alcance para desenvolver e implementar em nossas vidas tantos aspectos de uma Economia Baseada em Recursos quanto formos capazes. Para mostrar que é possível. Para mostrar que existem formas de se viver melhor. Para despertar as pessoas e ajudá-las a reconhecer que elas têm outras opções, que elas têm o poder e os meios necessários para torná-los realidade, e sair do ritual zumbi e não refletido (descuidado, negligente) de nossa existência das 9 até 17, considerado vida por muitos de nós.
http://reflexeseconmicas.blogspot.com.br/2017/01/comunismo-vs-economia-baseada-em.html

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Enquanto discussões,opiniões e brigas são trocadas pela população por política 63% da população do país mais rico do mundo já não consegue arcar uma despesa extra de 3.000$Rs (1.000$US)
    Olho na bola. Política não fará o que é necessário para mudanças que urgem e melhorará muito pouco. Basta olhar ao império. É uma pirâmide.Se lá já está assim, por consequência e sinergia... [Cesar Da Silva Abdalla]

    ResponderExcluir